A IMPORTÂNCIA DA ALIMENTAÇÃO NO CONTROLE DO DIABETES

O BRASIL É O QUARTO PAÍS COM MAIOR NÚMERO DE DIABÉTICOS DO MUNDO, SEGUNDO A FEDERAÇÃO INTERNACIONAL DE DIABETES. SÃO 12 MILHÕES E MEIO DE BRASILEIROS AFETADOS, 7% DA POPULAÇÃO, SEGUNDO O MINISTÉRIO DA SAÚDE. O DIABETES É O PRINCIPAL CAUSADOR DE PROBLEMAS CARDÍACOS, FALHA DOS RINS E AMPUTAÇÃO DE MEMBROS, COMO DEDOS, PÉS E PERNAS.

 A FEDERAÇÃO INTERNACIONAL DE DIABETES ALERTA QUE A EPIDEMIA DA DOENÇA AFETA O BRASIL HÁ 20 ANOS E ESTÁ AUMENTANDO PROGRESSIVAMENTE, ACOMPANHANDO O CRESCIMENTO DA OBESIDADE NO PAÍS, QUE ATINGE 18,9% DA POPULAÇÃO.

 E A  OBESIDADE ESTÁ DIRETAMENTE LIGADA AO DIABETES TIPO 2, ADQUIRIDO AO LONGO DA VIDA, QUE REPRESENTA 90% DOS CASOS DA DOENÇA NO BRASIL. MAS A BOA NOTÍCIA É QUE 80% DOS CASOS DE DIABETES TIPO 2 PODEM SER PREVINIDOS COM A ADOÇÃO DE UMA VIDA SAUDÁVEL.

 PARA ESCLARECER MAIS ESSE ASSUNTO, A NOSSA RÁDIO RECEBEU A COORDENADORA DE NUTRIÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTÁCIO BRUNA ZILLESG E A PROFESSORA DE NUTRIÇÃO DA ESTÁCIO RENATA BOAVENTURA.

O QUE É DIABETES E QUAIS OS TIPOS EXISTENTES

 O DIEBETES É UMA DOENÇA EM QUE O INDIVÍDUO APRESENTA UM ALTO ÍNDICE DE GLICOSE NO SANGUE. E EXISTEM 3 TIPOS DE DIABETES PRINCIPAIS: TIPO 1, TIPO 2 E PRÉ-DIABETES.

 O TIPO 1 É UMA DOENÇA AUTOIMUNE, QUE PODE SER DIAGNOSTICADA NA INFÂNCIA, ADOLESCÊNCIA E TAMBÉM NA FASE ADULTA.

 O DIABETES TIPO 2 É CONSEQUÊNCIA, PRINCIPALMENTE, DA OBESIDADE.

 “ENTÃO NÓS TEMOS QUE TER UM CUIDADO, PRINCIPALMENTE COM A ALIMENTAÇÃO, CUIDADO COM ALIMENTOS ULTRAPROCESSADOS, INDUSTRIALIZADOS E TAMBÉM PENSAR NA PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA, QUE É UM CONJUNTO ESSENCIAL PARA CONSEGUIR UMA BOA SAÚDE, DISSE A COORDENADORA DE NUTRIÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTÁCIO BRUNA ZILLESG.

E EXISTEM AQUELAS PESSOAS QUE NÃO SÃO DIABÉTICAS, MAS PODEM DESENVOLVER ESSA DOENÇA, QUE SÃO OS FAMOSOS PRÉ-DIABÉTICOS.

 

“ELE ESTÁ PREDISPOSTO A TER DIABETES, MAS SE TOMAR OS CUIDADOS NECESSÁRIOS, NÃO VAI TER O DIABETES”, AFIRMOU A COORDENADORA.

 

DIABETES NÃO TEM A VER COM A CONDIÇÃO FÍSICA, INCLUSIVE PESSOAS MAGRAS, PODEM DESENVOLVER A DOENÇA, COMO O DIABETES TIPO 1, QUE PODE SER HEREDITÁRIO, VIR DE FAMÍLIA. MAS É IMPORTANTE SALIENTAR, QUE ESTAR COM O PESO IDEAL E PRATICAR EXERCÍCIOS REGULAMENTE É FUNDAMENTAL PARA O CONTROLE DO DIABETES.

 

ALIMENTAÇÃO: O QUE O DIABÉTICO PODE OU NÃO PODE COMER

 É IMPORTANTE DESTACAR QUE O DIABÉTICO TEM RESTRIÇÕES ALIMENTARES SIM, MAS NO GERAL, E O QUE É FUNDAMENTAL É QUE DIABÉTICO FRACIONE A ALIMENTAÇÃO.

 

“NÃO É IDEAL QUE O DIABÉTICO FIQUE MUITO TEMPO SEM SE ALIMENTAR, PORQUE ELE PODE DESENVOLVER UM QUADRO DE HIPOGLICEMIA, QUE É O TEOR MUITO BAIXO DE GLICOSE NO SANGUE, E ISSO NÃO É INTERESSANTE, AFIRMOU A PROFESSORA DE NUTRIÇÃO DA ESTÁCIO RENATA BOAVENTURA

 

É RECOMENDADO QUE ELE FAÇA DE 5 A 6 REFEIÇÕES DIÁRIAS, SEGUNDO A PROFESSORA:

 

“INCLUINDO CAFÉ DA MANHÃ, UM PEQUENO LANCHE, ALMOÇO, OUTRO LANCHE, UM JANTAR E  UM PEQUENO LANCHE ANTES DE DOMIR, É O FAMOSO COMER DE 3 EM 3 HORAS, OBVIAMENTE SEM ABUSOS”

 “O QUE NÃO É INTERESSANTE É PULAR UMA REFEIÇÃO, POR EXEMPLO, O JANTAR, ISSO NÃO É RECOMENDÁVEL”

 DIABÉTICOS PODEM COMER FRUTAS A VONTADE?

 O DIABÉTICO PODE COMER FRUTAS, PORÉM SEM EXAGEROS E DE FORMA FRACIONADA, SEGUNDO EXPLICOU A PROFESSORA RENATA BOAVENTURA.

 

“PORQUE A FRUTA POR SER UM ALIMENTO IN NATURA E SAUDÁVEL, TEM FRUTOSE E ISSO VIRA GLICOSE NO ORGANISMO E PARA O DIABÉTICO CONSUMIDOR UMA GRANDE QUANTIDADE DE FRUTAS NUMA MESMA REFEIÇÃO NÃO É RECOMENDADO”

 

O IDEAL É FRACIONAR A INGESTÃO DE FRUTAS, COM NO MÁXIMO 3 PORÇÕES AO DIA. É INTERESSANTE TAMBÉM ADICIONAR FIBRAS, COMO A AVEIA, POR EXEMPLO, POIS VAI DIMINUIR A ABSORÇÃO DA GLICOSE NO ORGANISMO, O QUE É MUITO BOM PARA QUEM TEM DIABETES.

 

VITAMINA DE FRUTAS PODE?

 

O DIABÉTICO PODE ATÉ TOMAR ESSA VITAMINA DE FRUTAS, MAS DEVE PRESTAR ATENÇÃO NA QUANTIDADE DE FRUTAS USADAS NESSE SUCO. A COORDENADORA DE NUTRIÇÃO DA ESTÁDIO BRUNA ZILLESG ORIENTA USAR A QUANTIDADE DE FRUTAS QUE CAIBAM NUMA XÍCARA, POR EXEMPLO:

 

“DIVERSAS FRUTAS, COMO MAMÃO, BANANA E MAÇÃ, SEM PROBLEMA ALGUM, O IMPORTANTE E FICAR ATENTO NA QUANTIDADE”

 COMO SABER SE EU ESTOU PRÉ-DIABÉTICO?

 

O LIMITE NO EXAME DA GLICOSE, FEITO EM JEJUM, PARA O PRÉ-DIABETES É CONSIDERADO ENTRE 100 E 125 MILIGRAMAS POR DECILITRO.

 

“ENTÃO ACIMA DE 125, O INDIVÍDUO JÁ É CONSIDERADO DIABÉTICO. SE O RESULTADO ESTIVER ENTRE 100 E 125, A PESSOA TEM PRÉ-DIABETES E DEVE TER MUITO CUIDADO COM A ALIMENTAÇÃO E A PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA”, DISSE A PROFESSORA RENATA BOAVENTURA.

 

FARINHA BRANCA OU INTEGRAL

 

A FARINHA BRANCA, ASSIM COMO O ARROZ BRANCO, E PRODUTOS QUE TENHAM FARINHA BRANCA, SÃO ABSORVIDOS MAIS FACILMENTE PELO ORGANISMO, COMO EXPLICOU A PROFESSOR RENATA BOAVENTURA.

 

“ O PICO DE GLICEMIA ACONTECE DE UMA FORMA MAIS RÁPIDA, COMPARADO AOS ALIMENTOS INTEGRAIS. QUANDO COMEMOS O ALIMENTO INTEGRAL, DEVIDO A PRESENÇA DA FIBRA, O ORGANISMO ABSORVE A GLICOSE DE FORMA MAIS LENTA, O QUE É MELHOR PARA O DIABÉTICO”

 SE COMER MACARRÃO, POR EXEMPLO, OPTE PELO INTEGRAL.

 

QUAL O MELHOR ADOÇANTE A SER USADO PELO DIABÉTICO?

 O DIABÉTICO QUE VAI SE UTILIZAR DO ADOÇANTE DEVE DAR PREFERÊNCIA AOS NATURAIS, DESTAQUE PARA O STEVIA, SEGUNDO A COORDENADORA  DE NUTRIÇÃO DA ESTÁCIO BRUNA ZILLESG.

 

“PORÉM ELE TEM UM SABORZINHO RESIDUAL LÁ NO FUNDO, ENTÃO NEM TODOS OS DIABÉTICOS GOSTAM DESSE ADOÇANTE.

 

UMA OPÇÃO AO STEVIA É O SUCRALOSE, QUE É BEM PARECIDO COM O DOCE DO AÇUCAR.

 

“MAS ELE NÃO PODE SER UTILIZADO EM GRANDES QUANTIDADES, SEMPRE FIQUE ATENTO AO QUE ESTÁ NO RÓTULO DO PRODUTO”, COMPLETOU A COORDENADORA.

 ALIMENTOS DIETÉTICOS: DIET E LIGHT

 HÁ DIFERENÇAS ENTRE OS PRODUTOS DIET E LIGHT. OS ALIMENTOS DIET SÃO AQUELES QUE NÃO POSSUEM UMA QUANTIDADE DETERMINADA DE ALGUM NUTRIENTE, JÁ O LIGHT TEM UMA QUANTIDADE REDUZIDA DE ALGUNS DESSES NUTRIENTES. BRUNA ZILLESG ALERTA MAIS UMA VEZ PARA QUE O CONSUMIDOR SE ATENTE AO RÓTULO DOS PRODUTOS.

 

“SE TEM O NOME AÇUCAR, OU UMA MALTODEXTRINA, ISSO SIGNIFICA QUE TEM AÇUCAR NESSE ALIMENTO. ALGUNS ALIMENTOS DIET AO INVÉS DE RETIRAR O AÇUCAR, ELES RETIRAM A GORDURA OU ENTÃO RETIRAM O AÇUCAR E ACRESCENTAM MAIS GORDURA”

 

SAL E GORDURA

 

NÃO É RECOMENDADO O CONSUMO DE SAL E GORDURA, SEGUNDO A PROFESSORA RENATA BOAVENTURA.

 

“É PRECISO MUITO CUIDADO, PORQUE O DIABETES, NORMALMENTE, ESTÁ ASSOCIADO COM OUTRAS DOENÇAS COMO A HIPERTENSÃO, AUMENTO DO COLESTEROL E TRIGLICÉRIDES, ENTÃO É PRECISO TER MUITO CUIDADO COM ALIMENTOS SALGADOS E GORDUROSOS”.

 REFRIGERANTE

 NÃO É BOM CONSUMIDOR REFRIGERANTE, PORQUE MESMO QUE ELE SEJA ZERO TEM O GÁS, E APESAR DE NÃO TER AÇUCAR, ELES SÃO RICOS EM SÓDIO.

 “E AÍ ENTRA A HIPERTENSÃO QUE PODE ESTAR ASSOCIADA AO DIABETES, ENTÃO É MELHOR EVITAR OS REFRIGERANTES”, SEGUNDO AS PROFESSORAS DE NUTRIÇÃO DA ESTACIO.

 RECEITAS MILAGROSAS, CHÁS, MISTURAS

AS PROFESSORAS DE NUTRIÇÃO DA ESTÁCIO FORAM ENFÁTICAS EM DIZER QUE NÃO HÁ NADA COMPROVADO CIENTIFICAMENTE QUE SEJA EFICAZ PARA OS DIABÉTICOS, EM SE TRATANDO DE RECEITAS CASEIRAS, COMO, POR EXEMPLO, CHÁ DE PATA DE VACA, E MISTURAS DE PRODUTOS NATURAIS. O IDEAL É MANTER UMA ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA, SEM ADIÇÃO DE AÇUCAR, DANDO PREFERÊNCIA AOS ALIMENTOS NATURAIS.