QUEIMADAS AUMENTAM 82% EM RELAÇÃO AO MESMO PERÍODO DE 2018 E PROVOCAM ESCURIDÃO EM PARTE DO PAÍS

As queimadas no Brasil aumentaram 82% em relação ao ano de 2018, se compararmos o mesmo período de janeiro a agosto, foram 71 mil 497 focos este ano, contra 39 mil 194 no ano passado. Os dados são dos programas queimados do INPE, o instituto nacional de pesquisas espaciais, gerados com base em imagens de satélite.

Cinco estados tiveram um maior aumento no número de queimadas no Brasil desde o início do ano, em comparação com o mesmo período do ano passado: mato grosso do sul, com uma alta de 260% em relação a 2018; Rondônia, com 198%; pará, com 188%; acre, com 176%; e rio de janeiro, com aumento de 173%.

Nesta segunda-feira, o “dia virou noite” em São Paulo, no mato grosso do sul e no norte do paraná. Por volta das 15 h, uma forte névoa escura cobriu a capital paulista, deixando a cidade no breu.

Especialistas explicaram que uma frente fria com ventos marítimos originada do sul do Brasil trouxe uma nuvem do tipo status, mais baixa e carregada. Junto a isso, a fumaça originada das queimadas da floresta amazônica nos estados do norte foi potencializada com focos em outros países da América latina.