MINISTÉRIO PÚBLICO PEDE ARQUIVAMENTO DE INQUÉRITO CONTRA NEYMAR

O ministério público do estado de são paulo pediu o arquivamento, por falta de provas, do inquérito sobre as acusações de estupro e agressão feitas pela modelo Najila de souza contra o jogador Neymar júnior.

O arquivamento da investigação agora depende de uma decisão judicial da vara de violência doméstica, que deve ser tomada em 5 dias. 

De acordo com o ministério público, os exames feitos pelo instituto médico legal não apontaram nenhum tipo de lesão em najila, com exceção de um ferimento no dedo.

A promotora de justiça Flávia Merlini, da área de enfrentamento a violência doméstica, ressaltou que a denúncia da modelo foi enfraquecida em razão de najila não ter entregue à justiça o aparelho celular no qual ela dizia ter provas do estupro.