Brasileiro Carlos Ghosn deixa cadeia no Japão

06/03/2019

Por: Redação

A Justiça do Japão autorizou a saída da cadeia do ex-presidente das montadoras Renault, Nissan e Mitsubishi, Carlos Ghosn. O brasileiro, que estava preso desde 19 de novembro do ano passado, pagou fiança avaliada em R$ 33,8 milhões.

O tribunal, que raramente concede liberdade a acusados que deixam de realizar a confissão de crimes cometidos, impediu a saída de Carlos Ghosn do Japão.

A justiça também determinou o monitoramento eletrônico com câmeras de vigilância da residência onde o brasileiro ficará até o julgamento pelas supostas práticas de fraudes fiscais e uso irregular de dinheiro das empresas.

A análise do processo do ex-presidente das automobilísticas ainda não tem data para acontecer.