Secretario confirma que rebelião em Goias foi motivada por disputa entre facções

O secretário da segurança pública e administração da penitenciária de Goiás, Ricardo Balestreli, confirmou que a rebelião que resultou em nove mortes em um presídio da região metropolitana de Goiânia, foi motivada pela disputa entre o PCC e o comando vermelho.

Membros do comando vermelho local passaram a impedir que o PCC cooptasse novos criminosos nos presídios do estado.

A postura de enfrentamento ao grupo paulista começou a ser seguida por outras facções regionais e franquias do comando vermelho.

A partir daí, começou uma disputa pelo controle dos presídios e das rotas de tráfico de drogas no país.

Localizado na região central do país, o estado de goiás ocupa uma posição estratégica dentro da lógica de negócios do crime organizado.