Vacina contra a febre amarela será fracionada em São Paulo, Rio e Bahia

A partir de fevereiro, o estado de São Paulo vai fracionar doses da vacina contra a febre amarela.

A medida vai ampliar a cobertura e oferecer imunização também para regiões onde não foi constatada a presença do vírus.

Uma das principais áreas que receberá a vacina é o litoral norte: São Sebastião, Ubatuba e Caraguá, além da cidade de Taubaté, devido à proximidade com a serra do mar, que abriga espécies de macacos.

Bahia e Rio de Janeiro também devem adotar o fracionamento da vacina, mantendo a dose integral em situações específicas, por exemplo, para quem vai viajar para países que exigem o certificado de vacina, ou regiões de risco.

Segundo a organização mundial de saúde, a dose fracionada garante proteção contra o vírus por 9 anos, enquanto a integral protege por toda a vida.