PSDB se reúne para debater futuro no governo de Temer

10/07/2017

Por: Redação

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou que chegou o momento do PSDB deixar de apoiar o presidente da República, Michel Temer (PMDB).
Segundo o tucano, o encerramento da parceria deve acontecer depois da votação das reformas Trabalhista e da Previdência Social.

O mesmo discurso do governador foi adotado pelo prefeito de São Paulo, João Dória.

Uma reunião de emergência reúne os partidários, em São Paulo, nesta segunda-feira, para definir o futuro do partido dentro do governo do presidente Michel Temer.