Julgamento da chapa Dilma-Temer entra no 3ºdia

08/06/2017

Por: Redação

O julgamento da chapa Dilma-Temer entrou nesta quinta-feira (8) em seu terceiro dia no Tribunal Superior Eleitoral. Na primeira parte do dia, os ministros debateram sobre a possibilidade de incluir as delações premiadas dos executivos da construtora Odebrecht neste processo.

O tema rendeu polêmica porque parte dos julgadores entende que este assunto é novo e as provas deveriam ser descartadas.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, se mostrou contrário a inclusão das acusações, porque a ação foi iniciada em 2014.

O ministro criou desconforto, novamente, com o relator Herman Benjamin ao falar sobre a repercussão internacional do processo de cassação de mandatos de políticos.

O ministro Herman Benjamin rebateu a afirmação de Mendes e desvinculou a atuação do Poder Judiciário com as ações praticadas durante o período da Ditadura no país.

A votação para decidir o futuro da chapa Dilma-Temer não aconteceu até o fechamento desta matéria, às 19h45. Em, caso favorável, Dilma Rousseff e Michel Temer podem perder os cargos políticos por oito anos.