Preço dos remédios deve ter alta maior que inflação

O preço dos remédios vai sofrer reajuste de até 12,5% ainda este mês. A estimava é da Associação da Indústria Farmacêutica, baseada na fórmula definida pelo Governo Federal.

Segundo a associação, o consumidor deve sentir o impacto no bolso aos poucos, a medida que os estabelecimentos comprarem novos lotes de medicamentos.

O reajuste oficial será anunciado no próximo dia 31 pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos.